Mais sobre a viagem à Istanbul

17 de abr de 2009

Na sexta ainda, depois de "lagartearmos" um pouco no parque, descemos até a avenida Kennedy, que margeia o Mar Mediterrâneo e tomamos um táxi para o Shopping Kanyon, na região financeira de Istanbul - Levent.
Foi uma longa corrida de táxi e parecia que estávamos em outro lugar.
Devido aos problemas com terrorismo os museus, galerias de arte e até os shoppings possuem detectores de metais e raio-X na entrada.
E não é permitido tirar fotos dentro dos shoppings.

Sentamos num Café, eu tomei um cappuccino, marido tomou uma Coca-Cola, Mariana tomou um suco de laranja natural, comemos tortinhas de morango e continuamos o passeio.
Aqui conta sobre o Kanyon Shopping Mall e dá pra ver como é um prédio diferente e interessante.
Como estava ventando (isso mesmo) muito dentro do Kanyon Shopping resolvemos ir para o shopping ao lado, o MetroCity.

Na verdade eu queria achar a loja da Sephora. Eu sabia que há uma loja da Sephora em um shopping em Istanbul, mas me esqueci de anotar antes de irmos.

De novo passamos pelo detector de metais na entrada do MetroCity e demos uma volta nele. A Sephora não fica nele... hunf.
E tinha acabado a bateria do meu IPhone, então não dava pra usar o Wi-Fi do shopping pra buscar onde fica a loja.
Levamos a Mariana pra brincar um pouco no parquinho do shopping.
Então decidimos tomar o metrô até a Istiklal Caddesi, uma rua cheia de lojas que fica aberta até mais tarde, com bares e restaurantes nos terraços dos prédios, que segundo o guia é o lugar onde a cidade inteira vai...
A única idéia infeliz foi ter usado o metrô.
Estava tão lotado, que esperamos um tempão e pegamos o terceiro que passou...
Ainda assim foi um sufoco para entrarmos, por conta do carrinho de bebê com a Mariana dormindo e o povo empurrando. Uma péssima experiência.
Depois do sufoco chegamos à Istiklal Caddesi e já estava anoitecendo.
É uma rua charmosa, onde passa bem devagar um único bondinho que sobe e desce a rua, de Tünel a Taksim.
Caminhamos toda a rua e com o cair da noite começou a ficar mais frio.
Foi aí que comprei a primeira Pashmina, para cobrir a Mariana e protegê-la do vento.


Tomamos um táxi que nos furou os olhos cobrando tarifa abusiva até o nosso hotel.
Cansados do dia longo, comemos sanduiche no hotel mesmo e caímos na cama.

Prometo mais fotos legais no próximo post. :)