Sobre a Adaptação na Escolinha e outras coisas mais...

29 de abr de 2009

Hoje foi o primeiro dia de Adaptação da filhota à escolinha.
Chegamos lá às 8h45 e em seguida a coordenadora nos levou (marido, Mariana e eu) à sala com as crianças maiores (de quase 6 anos).
A atividade de hoje foi as crianças contarem o que viram no passeio que fizeram ontem, ao Schloss Benrath, um "castelo" que na verdade é um antigo palácio, onde elas foram passar o dia.
Depois as crianças foram fazer um desenho sobre o que viram no castelo e a Mariana ficou brincando com massinha.
Em seguida as crianças foram subdivididas em grupos menores e seguiram para outras atividades.
A Mariana foi brincar na "casinha de bonecas".
Já era quase 10h da manhã e marido teve que ir para o trabalho.
A Mariana brincou mais um pouco, dessa vez com pecinhas de montar.
Às 10h30 foi a hora do lanchinho: comeu pão com queijo com gosto como eu nunca tinha visto antes! Hahaha...
Permanecemos lá até às 11h e na hora do "tchüss" (tchau) ela até foi no colo da professora. :)

Amanhã vamos novamente à escola, no período da tarde e na segunda ela já ficará sozinha.
Tenho que me lembrar de providenciar um lençol bem grande, pq sei que vou chorar litros e litros, ai ai...

"Meu passarinho voando sozinho"... como diz uma amiga minha.

À tarde fomos providenciar a lista de coisas:
* escova de dentes
* botinha para chuva
* calça para chuva
* pantufas

E depois de tanto andar, correr, brincar e comprar, Mariana se rendeu ao sono...


Agora vou ali arrumar a mala. Amanhã pegamos a estrada rumo à República Tcheca.
Ainda nem acabei de contar sobre a Turquia, aguardem que vou contar tudo!
Vamos aproveitar o feriado e fazer uma viagem com nosso carro novo! :)
Voltamos no domingo! Aguardem fotos e relatos...

Docinho de Nozes e Docinho de Avelãs

28 de abr de 2009

A Aninha me pediu, então vou compartilhar com vocês as receitinhas dos docinhos que fiz para o aniversário da filhota e foram sucesso!

São docinhos super fáceis e com sabores deliciosos.



Para o Docinho de Nozes e Avelãs eu coloquei numa panela:
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de nozes OU avelãs trituradas

Levei ao fogo médio e fui mexendo até engrossar e desprender do fundo da panela.
Coloquei num prato para esfriar para depois eu enrolar os docinhos.

Um truque que aprendi para facilitar a vida na hora de enrolar os docinhos é ter uma tigelinha com água para molhar as mãos ao invés de ficar passando manteiga.
É muito mais fácil e rápido.
Cada receita rendeu cerca de 40 docinhos para as forminhas número 4.
Confeitei os docinhos assim: nozes com estrelinhas e avelãs com granulado colorido.
No ano passado eu confeitei o de nozes com açúcar cristal e coloquei um pedacinho de nozes em cada docinho, ficou lindo e clássico. :)

Um final de semana de Festas depois ...

27 de abr de 2009

Hoje estou só na preguicite.
E a Mariana também, afinal o fim de semana foi cheio de eventos.

Ah! Compramos um Carro. Mais um motivo para comemorações!!! Pegamos o carro na sexta à tarde e a primeira viagem que fizemos foi no sábado, para Aachen.

O casamento da Angie e Roger foi uma delícia, tudo lindo, rico em detalhes e ainda por cima tive o prazer enorme de conhecer pessoalmente 5 pessoas incríveis: Marcia e Clara, Chris e Sandra e Gio.
(Ciça, pena que não nos encontramos!)
Meninas, adooooorei muito ter encontrado com vcs!!! Agora precisamos marcar um novo encontro, sem hora para acabar, para podermos bater muito papo juntas!

O tempo voou, nos divertimos à beça no casório. Adorei a gentileza da Angie de mandar preparar um prato especial para a Mariana e outra criança, filho de um casal amigo deles.
Angie, muito obrigada!! :)
(Apesar da Mariana ter tido olhos apenas para os MM's, hehehe...)

Voltamos de Aachen no final da tarde e apesar da moleza e sono eu não me deixei abater. Ainda tinha que preparar o bolo de aniversário e mais alguns detalhes de "comes", além da finalização da decoração da festinha.

Fiz o bolo de Pão de Mel na forma de castelo. Ficou lindo, porém muito pequeno.

Bolo em formato de castelo

Fiz a receita toda de Pão de Mel, mas a forma de castelinho era pequena. Aí fiz pães de mel recehado com Nutella para lembrancinha. :)

Pães de Mel com a letra "M".

E ahhh, como é bom ter carro! Quase 9 da noite, corremos no supermercado para comprar alguns ingredientes para eu fazer um novo bolo: mascarpone light, framboesas, morangos, pistache e canetinhas com tinta verde.
Resolvi fazer um bolo e recheá-lo com Creme de Mascarpone, Morangos e Framboesas e fazer uma cobertura verde como se fosse um gramado para colocar o castelo em cima.
Deu certo e ficou uma graça!!
O segredo de ter um bolo gostoso é umidecê-lo bem e fazê-lo de um dia para o outro. Eu fiz uma misturinha de Bailey's com leite, molhei cada camada do bolo e depois cobri com o recheio de Creme de Mascarpone, na primeira camada de recheio eu coloquei morangos picados e na segunda eu coloquei framboesas sobre o creme de mascarpone.
Para a cobertura eu usei o restante do creme e 2 canetinhas verde. Espremi o conteúdo delas no creme e obtive um creme esverdeado.
Cobri com pistache e ficou parecendo um gramadinho, bem cute! :)

O bolo ficou suave, com as frutas bem geladinhas, bem delicioso.
Sobrou apenas um pequeno pedaço para ser fotografado. :)

Foto da última fatia do bolo!!

A festinha foi bem divertida.
A Mariana adorou!


Brincou com o amigo Luca, se divertiu fazendo bolhas de sabão na sacada, brincou com os presentes novos que ganhou...
E nós, os adultos, comemos, batemos papo e demos muita risada. Foi ótimo! :)

Entre princesas e fita crepe

24 de abr de 2009

Só uma palhinha pra vocês da decoração da festinha de 3 anos da filhota... :)

E aí, gostaram?
Eu vejo princesas por toda a casa!
Colei em cada porta uma princesa. :)

Já estou bem melhor! Obrigada à todas (todos?) pelas vibes!
O olho já está melhor e eu estou bem leve!

Amanhã vamos para Aachen, para um evento muito importante: casamento da minha amiga Angie e o querido Roger.
Viva os Noivos!!! :)

Domingo é a festa da Mariana.
Volto com novidades na segunda!

Pintando o Sete

23 de abr de 2009

E pra não deixar post baixo astral em destaque no blog, coloco uma foto da minha gatinha linda "Pintando o 7" numa aulinha do Spielgruppe (grupo de crianças e mamães que frequentamos às sextas-feiras).


Amanhã é a última vez que iremos ao grupinho, porque a Mariana já começará a ir para o Kindergarten (Escolinha) no mês de maio.
Hoje fomos à escolinha para obter as informações de como funciona tudo.
O horário de entrada é de 7h30 às 8h30, no mais tardar às 9h.
Eles fazem uma roda com as crianças e cantam musiquinhas, depois brincam um pouco, fazem atividades como desenhar, pintar, recortar, colar, etc... fazem um lanche na manhã (fruta, geralmente) e às 11h vão para o pátio brincar no parque. Tem um espaço bem grande e acho que ela irá se divertir muito.
Eu irei buscá-la às 12h30 para almoçar comigo e ela poderá retornar às 14h para as atividades da tarde.
São alternadas algumas atividades: ginástica, brincadeiras com bola, montar quebra-cabeças, brincar na casinha de bonecas, brincar com peças de madeira e muitas outras coisinhas mais.
As crianças ficam bem livres e escolhem o que querem fazer. As professoras direcionam algumas atividades e monitoram o andamento da atividade e desenvolvimento da criança com as outras.
Gostei... estou feliz e ficando tranquila.
Vou sentir falta da minha bonequinha comigo 24h por dia... ai ai... :)

Somatizando...

Sabe quando você para um minuto para tentar avaliar o porquê do seu olho esquerdo estar tão vermelho, irritado e com a pele sensível na pálpebra e aí você se lembra que teve uma gripe forte há menos de 2 semanas, que a primavera chegou e com ela o pólen e folhinhas pelo ar, que você não está se alimentando bem e nem tem dormido a quantidade de horas que seu organismo necessita há mais de uma semana e de repente PLIM, você se lembra que terá o desprazer de encontrar com uma pessoa totalmente inconveniente, que há anos você não encontra, que te fez muito mal e só de pensar no jeito e voz dessa pessoa você tem dores de cabeça horríveis e que você já tentou deletar da sua vida por inúmeras vezes, mas essa pessoa aparece como uma fantasma sempre a te assombrar?

Pois é. Acho que é isso.
Antialérgico à mão, oração de São Jorge e muita fé, que não há mal que dure pra sempre!
E glamour, muito glamour para manter a pose e classe peculiares. :)

Edit: Por coincidência (ou não) hoje é comemorado o dia do martírio de São Jorge, guerreiro e protetor.
Enquanto escrevia o post, dei uma olhada no Wikipedia e descobri isso.
Depois acessei o blog da Vani e hj é aniversário do marido dela, o Jorge e ela escreveu um post sobre São Jorge tb.
Protegida já estou!! :)

Cakes Aleatórios da Cacá

22 de abr de 2009

** Pitacos sobre livros:

Na segunda de manhã terminei de ler esse livro.
Um romance que narra a história de vida de duas mulheres em Bombain/Índia: uma empregada, pobre e analfabeta, mas honesta e devota à sua patroa, que é uma mulher que largou a sua carreira após o casamento para se dedicar somente à família que estava formando.
As histórias se entrelaçam do começo ao fim do livro, rico em detalhes e sentimentos, dá pra sentir-se dentro da história vivenciando cada capítulo.
Recomendado por mim! :)









** Sobre consulta com o pediatra:

Ontem pela manhã fomos ao pediatra para a consulta padrão dos 3 anos de idade (U 7a - de 34 à 36 meses).
Mariana está com 93 cm e pesando 13kg, dentro da curva de peso e crescimento - na média (percentil 50).
O desenvolvimento motor dela está excelente, sabe as cores, as formas e é bem desenvolta.
Até futebol ela jogou com o médico, dentro da sala de consultas. :)
Na próxima semana faremos um exame de visão e um teste de alergia.
O pediatra disse que ela é uma criança muito ativa e que precisa gastar a energia fazendo alguma atividade física, algum esporte... Espero que após ela começar a ir na escolinha isso se resolva! :)

By the way, a escolinha nos ligou e agendamos um horário na quinta-feira para fazermos a matrícula, pegar a lista de materiais e conhecer todo o processo como um todo. A Mariana já começará a frequentar a escolinha em maio. :)

** Sobre comidinhas e a festinha da filhota:

Na segunda fiz Esfihinhas de Frango, que coloquei a receita pra vcs aqui.
À noitinha repeti a receita da massa e fiz Esfihinhas de Carne.

Usei:
600g de carne moída Tartar (carne sem gordura)
100g de cebola picada
suco de meio limão verde
sal, pimenta do reino e cheiro verde à gosto

Temperei a carne e recheei as esfihas com a carne crua mesmo, mais ou menos 1/2 colher de sopa por unidade.
Levei ao forno para assar, cerca de 20 minutos à 160ºC.
Ficou uma delícia! A carne virou uma bolinha tipo almôndega dentro da esfihinha, bem temperadinha e muito saborosa! :)
Não tirei fotos, pq foi à noite e a iluminação fica ruim.
Já congelei as esfihinhas, então fotos só no dia da festa agora.
Aguardem! :P

** Terça-feira foi dia de Docinhos!!

Ontem, depois de falar com uma amiga que é expert em docinhos e perguntar com quanto tempo de antecedência dava para prepará-los e receber como resposta: 6 dias, resolvi fazê-los então.
Eu gosto dos docinhos fresquinhos, macios, sem aquela crosta que se forma denunciando que foram preparados muito antes e o deixam com sabor de docinhos velhos, mas resolvi arriscar, pq a agenda está lotada para essa semana e preciso me apressar.


Fiz massa para:
- brigadeiro
- beijinho de coco
- docinho de nozes
- docinho de avelãs
- docinho de canela - usei 1 colher (sopa) de canela e o sabor ficou melhor.

Esperei esfriar para então colocar literalmente a mão na massa. :)

E cada tipo de docinho foi confeitado com confeitos coloridos e diferentes.
Com exceção aos confeitos utilizados para os docinhos de canela, os demais confeitos eu trouxe do Brasil.

Brigadeiro Cereal Ball - o melhor de todos os tempos! :)

Docinhos de Canela em 3 versões de confeitos! :)

O tema da festa será "Princesas", então acomodei os docinhos em caixinhas com as figuras das famosas Princesas da Disney. :)


Ontem também fiz o recheio para os folheadinhos: Palmito.
Hoje é dia de prepará-los.

** Sobre o Bolo de Aniversário:

Ainda não sei que bolo e recheio eu faço.
Comprei uma forma de silicone em formato de Castelo, bem linda.
Acho que vou fazer um Bolo Pão de Mel, que tem uma consistência mais firme e vou confeitá-lo fazendo os contornos com canetinhas culinárias.
Pensei em fazer uma Ganache e deixar morangos cortados para quando cortamos o bolo eu servir junto ... ou então sorvete ...
Ou fazer um outro bolo recheado para servir e o bolo em formato de castelo ficaria só como enfeite na mesa (ai que dóóó...).
Não sei ainda... o que vocês acham??
Sugestões são super bem vindas!!

Preparando a festa - parte 1: Esfihas de Frango

20 de abr de 2009

Mês que vem é aniversário de 3 aninhos da filhota, mas devido a algumas intercorrências resolvemos antecipar a comemoração e fazer a festinha no próximo domingo.
Há algumas semanas atrás eu testei uma receita de esfiha, cuja massa excelente acabou virando Tarte D'Alsace, uma delícia! Logo posto a receita do recheio pra vcs.

Hoje repeti a receita da massa e preparei as esfihinhas de frango para a festinha.


Vou dar uma pausa nos posts sobre a Viagem para a Turquia para compartilhar com vocês as guloseimas que estou preparando durante essa semana, ok? :)

Massa para Esfiha:
50g de fermento biológico - eu usei o fresco
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de sal
2 copos (tipo americano) de água morna
1/2 copo de óleo - eu usei azeite de oliva
1 kg de farinha de trigo

Numa bacia grande coloque o fermento e o açúcar e com o auxílio de uma colher ou espátula de silicone vá mexendo até o fermento "derreter" e ficar com consistência de mingau.
Acrescente o sal, a água e o óleo e mexa com a colher para misturar tudo.
Vá colocando a farinha aos poucos e sovando a massa com uma das mãos. A massa está pronta quando se solta das mãos e continua macia.
Cuidado para não colocar muita farinha de trigo e ficar com uma massa muito dura.
Deixe descansar por cerca de 45 minutos, para que a massa cresça.

Para o recheio eu usei:
1kg de filé de frango cozido com temperos e desfiado
salsinha, cebolinha, milho verde, azeitonas, pimenta do reino e sal à gosto.

Numa superfície limpa, polvilhei farinha de trigo e fui abrindo pequenas porções de massa com o rolo.
Usei uma taça de sobremesa para cortar. Vc pode usar um copo de boca mais larga (cerca de 8cm de diâmetro) ou um cortador próprio.

Recheei com o frango temperadinho e fechei.
Pincelei uma gema de ovo e levei ao forno para assar por cerca de 20 minutos à 180ºC.

O rendimento foi de 58 esfihinhas.

Está servido?? :)

Enquanto eu pisco ...

19 de abr de 2009

... a minha cômoda ganha vários adesivos da Hello Kitty, by Mariana. :)


Eles ainda estão lá, porque fiquei com dó de tirar...
A filhota estava toda feliz e serelepe dizendo que tinha feito uma coisa para a mamãe, uma coisa bem linda cheia de Kittys. :)

Haghia Sophia - Istanbul/Turquia

17 de abr de 2009

No sábado marido acordou com sintomas de gripe, dores no corpo e muito sono, pois dormiu mal novamente.
Quando viajamos ele é quem mais sofre, pq tem problemas pra se adaptar ao colchão, não dorme bem com claridade, acorda com qq barulhinho, coitado!
Mariana e eu sempre capotamos! :)

Dei Voltaren pra ele e deixei-o descansar um pouco. Tomamos café da manhã mais tarde um pouco e saímos mais tarde do hotel para o nosso passeio.

No caminho : Sultanahmet Mosque (Blue Mosque) ao fundo...

Fomos para a Haghia Sophia e apesar da fila imensa até que foi rápido para entrarmos.


Passamos pelo detector de metais (aqui tb tem!) e adentramos o jardim que dá acesso à Haghia Sophia.
Foi construída por volta do ano 537 pelo Imperador Justiniano, que se encontrava em estado de pobreza após a queda de Roma, mas ergueu essa igreja, que na época era cristã, para provar que ali era um lugar de glória.
Uma igreja localizada numa grande avenida e que possuía o maior Domo construído (30 metros de diâmetro), até os romanos decidirem mil anos depois construir o Domo da Basílica de São Pedro (esse construído por Michelangelo, em 1590).
Contam as fábulas que ali na Haghia Sophia eram guardadas algumas relíquias como fragmentos da Cruz de Cristo, o véu da Virgem Maria, a lança que atingiu Jesus, o dedo em dúvida (o indicador da mão direita, será??) de São Tomé entre outras coisitas mais.
E isso tudo foi roubado em 1204 durante As Cruzadas.
Mais pra frente na história, com a queda de Constantinopla a igreja foi tomada e convertida a Mesquita.
A basílica adquiriu 4 torres (minaretes), onde os muçulmanos avisavam a hora de oração.
Encobriram todos os mosaicos nessa época e sem querer eles os preservaram. :)
A igreja vista hoje em dia é essencialmente como era na época do Imperador Justiniano.


Com a morte do Império Ottomano, os gregos (católicos ortodoxos) e os romanos (católicos romanos) começaram um grande lobby para que a Haghia Sophia voltasse a ser uma igreja Cristã.
Mas em 1934 o governo republicano declarou que ali seria um museu.
Até hoje os muçulmanos ainda reclamam o direito de transformar a Haghia Sophia novamente em uma Mesquita.
Ah! Os mosaicos foram descobertos no século 19 durante uma renovação do edifício. :)


Agora um pequeno adendo: a Haghia Sophia, originalmente uma igreja cristã, datada do ano 537 parece ter sido a inspiração para a construção da Blue Mosque (Sultanahmet Mosque), que é uma igreja islâmica que foi construída por volta de 1603.
Eu gostei mais da Haghia Sophia, que tem bem menos pilares internos suportando toda a estrutura do Domo e por ter sido a original. :)

Depois de toda a visitação é que nos demos conta de que tinhamos perdido o casaco do marido.
Ele voltou até a roleta e de lá um dos guardas perguntou por rádio para o pessoal do Detector de Metais e nada...
Voltamos à entrada para perguntar para o pessoal que fica no Detector de Metais, pq eu tinha certeza de que tinha ficado por lá e nada...
Estávamos quase voltando pra dentro da Haghia Sophia para fazer todo o percurso, mas não adiantaria, pq o lugar estava lotado de gente e seria como procurar agulha em palheiro.
Ficamos uns minutinhos enrolando ali no jardim e decidindo onde almoçaríamos.
Aí na saída o guarda, com quem o marido tinha falado sobre o casaco perdido, veio até nós e nos entregou o casaco! Ufa!! :)

No próximo post: Topkapi Palace.

Mais sobre a viagem à Istanbul

Na sexta ainda, depois de "lagartearmos" um pouco no parque, descemos até a avenida Kennedy, que margeia o Mar Mediterrâneo e tomamos um táxi para o Shopping Kanyon, na região financeira de Istanbul - Levent.
Foi uma longa corrida de táxi e parecia que estávamos em outro lugar.
Devido aos problemas com terrorismo os museus, galerias de arte e até os shoppings possuem detectores de metais e raio-X na entrada.
E não é permitido tirar fotos dentro dos shoppings.

Sentamos num Café, eu tomei um cappuccino, marido tomou uma Coca-Cola, Mariana tomou um suco de laranja natural, comemos tortinhas de morango e continuamos o passeio.
Aqui conta sobre o Kanyon Shopping Mall e dá pra ver como é um prédio diferente e interessante.
Como estava ventando (isso mesmo) muito dentro do Kanyon Shopping resolvemos ir para o shopping ao lado, o MetroCity.

Na verdade eu queria achar a loja da Sephora. Eu sabia que há uma loja da Sephora em um shopping em Istanbul, mas me esqueci de anotar antes de irmos.

De novo passamos pelo detector de metais na entrada do MetroCity e demos uma volta nele. A Sephora não fica nele... hunf.
E tinha acabado a bateria do meu IPhone, então não dava pra usar o Wi-Fi do shopping pra buscar onde fica a loja.
Levamos a Mariana pra brincar um pouco no parquinho do shopping.
Então decidimos tomar o metrô até a Istiklal Caddesi, uma rua cheia de lojas que fica aberta até mais tarde, com bares e restaurantes nos terraços dos prédios, que segundo o guia é o lugar onde a cidade inteira vai...
A única idéia infeliz foi ter usado o metrô.
Estava tão lotado, que esperamos um tempão e pegamos o terceiro que passou...
Ainda assim foi um sufoco para entrarmos, por conta do carrinho de bebê com a Mariana dormindo e o povo empurrando. Uma péssima experiência.
Depois do sufoco chegamos à Istiklal Caddesi e já estava anoitecendo.
É uma rua charmosa, onde passa bem devagar um único bondinho que sobe e desce a rua, de Tünel a Taksim.
Caminhamos toda a rua e com o cair da noite começou a ficar mais frio.
Foi aí que comprei a primeira Pashmina, para cobrir a Mariana e protegê-la do vento.


Tomamos um táxi que nos furou os olhos cobrando tarifa abusiva até o nosso hotel.
Cansados do dia longo, comemos sanduiche no hotel mesmo e caímos na cama.

Prometo mais fotos legais no próximo post. :)

Istanbul - A cidade multicolorida

16 de abr de 2009

A internet me deixou na mão ontem, por isso não teve post contando da viagem...
Parece que hoje tudo se normalizou, então lá vamos nós.
Vou contando e relembrando os momentos que passamos lá em Istanbul na Páscoa e vcs vão viajando comigo, ok? :)

Ainda na sexta, desistimos de entrar na Aya Sofya (Haghia Sophia), pq a fila estava imensa.
Resolvemos caminhar até o Grand Bazaar e ver as belezas de lá.

O lugar é imenso, com várias lojas de artesanato, jóias em ouro e pedras preciosas e o que mais nos ofereciam era "Carpets" - os famosos tapetes.

O corredor com lojas de jóias. Olha a bandeirinha do Brasil ali na loja. :)

Um show de cores, uma confusão de línguas e um lugar lotado.

Me apaixonei por esses lustres coloridos! :)

O grande barato do lugar é pechinchar. Se vc tem interesse em algo, pechinche. Mas depois que começar a pechinchar voce tem que ir até o fim e levar algo.
Eu estava de olho nas louças. Pratos lindíssimos, coloridos e pintados à mão. Difícil escolher apenas um, porque são todos tão lindos.
Há diferença de preço nas louças, mas é difícil comparar uma loja com outra.


O que fiz foi parar em uma delas e escolher o que queria. O preço inicial das peças que escolhi seria um total de 290 liras turcas. Com o "choro" pagamos 170 liras turcas (o equivalente à 85 euros) por 1 prato grande e 4 cumbucas pequenas.

Queria ter comprado mais peças, mas pensei na dificuldade de trazê-las comigo no avião. Uma pena! Já estou arrependida de não ter comprado mais...

Saindo do Grand Bazaar fomos almoçar num restaurante indicado pelo nosso guia Time Out, o Hamdi Et Lokantasi, especializado em Carne "alaturca".
O restaurante ocupa um prédio de 4 andares, à direita da Praça Eminönü. É um dos Top 10 Restaurants da cidade e é frequentado por pessoas nativas, particularmente executivos que vão para almoçar e fãs de carne.
Recomendamos o lugar. Atendimento rápido e atencioso, o lugar é agradável, limpo e arejado, entradas apetitosas (a minha entrada foi Alcachofra com legumes, bem temperados, uma delícia), os pratos de carne são realmente muito saborosos e o preço é justo.
Não temos fotos dos pratos que comemos, uma pena...

Ao redor do restaurante é cheio de lojinhas com temperos. Às vezes eu tinha a sensação de estar em Ciudad del Este, no Paraguay, hahahaha...

Saindo de lá fomos caminhando pela Praça Eminönü até o Spice Bazaar.

Dentro do Spice Bazaar

Saímos de lá, passamos pela estação de Trem, famosa por ser a última parada do trem Oriente Express e que tem um restaurante com o mesmo nome e caminhamos até o parque onde há o Museu Arqueológico para dar uma relaxada.

Essa foto é pra Angie, que pediu uma foto da Mariana. :)

Apesar do visual bem cara de primavera, estava ventando muito e um pouco frio. Tivemos que usar casacos todos os dias.
Segundo o que ouvimos, o mês de Abril é indefinido: pode fazer calor, frio, chover, ventar, ficar nublado, ficar ensolarado...
Mas as flores estarão sempre lá, para colorir e alegrar o lugar.




Viagem para Istanbul/Turquia - parte 1

14 de abr de 2009

Voltamos!
Foi uma viagem incrível, mas voltar pra casa é bom demais!
Estávamos com saudades do nosso lar, do silêncio e calmaria que temos por aqui. :)

Aos poucos vou contar o que vimos, comemos, compramos, fizemos e gostamos em Istanbul.

Saímos de Düsseldorf na quinta às 16h40 num vôo da Lufthansa com conexão em München.
Nossos bilhetes foram emitidos com milhas da TAM, que faz parte do grupo Star Alliance e como as passagens sairam de graça (yeah, só pagamos as taxas) valeu à pena pegar esse vôo mesmo com conexão, que além de tudo foi super rápida (apenas 40 minutos), nada de ficar horas no aeroporto de Munique.
Chegamos em Istanbul à noite. O fuso horário é de 1 hora a mais que a Alemanha (6h a mais que o Brasil).
Tomamos um táxi no aeroporto e fomos direto para o hotel, localizado na região Sultanahmet, onde ficam os principais pontos a serem visitados.

Durante o percurso do aeroporto para o hotel eu fiquei encantada com os canteiros de tulipas por toda a extensão da Kennedy Caddesi (avenida principal à beira mar).

Fomos acordados por volta das 5h da matina pelo mensageiro muçulmano que avisa que é a hora da Oração direto das torres (minuretas) que possuem alto falantes.
Os muçulmanos rezam 5 vezes por dia e a primeira hora da oração ocorre por volta das 5h da manhã.
As primeiras frases cantadas são sempre as mesmas: "Obrigado, Senhor. É a hora da oração", ou algo do tipo conforme nos explicaram.

Após o café da manhã começamos a nossa peregrinação. :)
Primeira parada foi o Arasta Bazaar, que fica bem próximo ao hotel. Comprei o copinho para a minha coleção e seguimos rumo à Blue Mosque.

Arasta Bazaar

Blue Mosque

Fachada lateral da Blue Mosque


A entrada na Mesquita é grátis. Existem 2 entradas: a entrada para muçulmanos e a entrada para infiéis.
Logo após subir as escadas para a entrada é necessário tirar os sapatos. Caminhamos sobre tapetes desde a entrada.
Dentro da Mesquita é tudo de carpet e haviam alguns muçulmanos rezando em meio ao barulho dos turistas, separados por uma pequena grade.

Dentro da Blue Mosque

Caminhando rumo à Aya Sofya

Logo mais eu continuo contando... aguardem! :)