Mais Marianices

21 de abr de 2008

Eu tinha que vir contar antes que pudesse cair no esquecimento. :)

Episódio 1:
A tia Paty veio almoçar conosco e após o almoço a mamãe disse:
- Vamos escovar os dentes!!
A Mariana toda serelepe grita:
- Eeeeeba, uuupiiii!

Hahaha, quem ouve até pensa que ela realmente gosta de escovar os dentinhos.

Episódio 2:
Pela manhã, após o banho, ela chama o papai:
- Papaiiii, papaiiii, vem cá.
A mamãe diz:
- O papai foi trabalhar.
A Mariana diz:
- Bilhá?? Papai foi bilhá? Onde?

Episódio 3:
Pai chegando em casa no final do dia.
Mariana diz:
- Oi! E aíii?

Hohoho... super descolada essa minha menina! :)

Eu quero Marianices sem fim !!!

Eita fase gostosa! A Mariana tá super faladeira, que nem tô tendo tempo de atualizar aqui e ela já tá aprontando e falando pelos cotovelos outras marianices. Ô delícia. :)

Já sabe aplicar as palavras certas na hora certa:
1. quando quer que façamos algo, ela pede: "Azuda" (ajuda).
2. quando quer colo ela diz: "coio", "colo" ou "pega eu".
3. quando acorda de manhã, já vai dando a chupeta e dizendo: "pega Maniana".
4. quando não quer ficar sozinha no quarto à noite ela diz: "mamãiii, vem cá".
5. quando tá aprontando alguma travessura e não quer ouvir um "não pode", ela nos dá um "táo" (tchau).

E além disso tudo tem as palavrinhas mágicas: "pu favôi", "icença" e "bigada", que ela diz o tempo todo. Coisa mais linda! :)

Agora tá aprendendo a contar. É "um, duis e zá" (um, dois e já).
E conta: um, duis, cuato, cinco, oto. Hahaha... às vezes é contagem regressiva: cinco, cuato, duis e zá.

E anda numa fase apaixonada por coelhos. Sempre vimos uns coelhinhos aqui no parque ao lado de casa e agora ela já os chama. Olha só:




Fala se não dá vontade de ter Marianices assim, sem fim?!? ;)

Bolo Prestígio - Receita da Chris

Gente, esse bolo é muito gostoso, fácil de fazer e sucesso garantido.
A receita é da Chris, amiga querida do LV Mothern.













Bolo prestígio mais que fácil

Ingredientes (para meia receita = forma de bolo inglês, ou uma desmontável pequena): eu fiz numa forma de 24cm de diâmetro com furo no meio
- 175 g de farinha de trigo;
- 125 g de margarina ou manteiga amolecida;
- 125 de açúcar;
- 6 colheres (sopa) leite;
- 3 ovos;
- 1 colher (sopa) de essência de baunilha
- 1 colher (sopa) fermento em pó;
- 3 colheres (sopa) chocolate em pó (cacau)

Bata a manteiga e o açúcar, junte as gemas, uma a uma. Junte a baunilha. Acrescente a farinha, o fermento, o leite e o cacau. Mexa bem. Bata as claras em neve e junte à massa, delicadamente.

Para o recheio
- 100 g de coco ralado;
- 100 g açúcar;
- 1 clara de ovo em neve;
- 1/2 colher de maizena;
- 2,5 colh. de creme de leite.

Bata a clara em neve e junte os demais ingredientes.

Coloque a metade da massa de chocolate em um forma untada e acerte com uma espátula. Junte o recheio, dê uma ajustadinha para não ficar desnivelado e coloque o resto da massa de chocolate. Asse em forno médio por 30-40 minutos, ou até espetar com um palito e o mesmo sair quase seco.

Obs.: Já que sou enxerida e não quis desperdiçar a gema do ovo que sobrou do recheio, já que usamos só a clara, eu a inclui na massa do bolo, portanto 4 gemas e 3 claras em neve na massa e 1 clara em neve no recheio.

Delícia das delícias!! Aqui em casa é receita aprovada! :)

Marianices

9 de abr de 2008

Tenho 2 marianices bem fofas pra contar:

1. No avião, voltando de Washington pra Boston, uma moça me deixou passar na frente para descer do avião, aí agradeci: "Thank You". E a Mariana repetiu: "têm kiu".
Huahuahua... fofa!
A moça não parou de rir. E a Mariana gargalhava junto. :)

2. Ontem ela começou a falar o nome dela, assim: Mãniana. O "i" e o "a" bem juntos, como se fosse uma letra só. Coisa mais linda.
Daí que à noite ela ficou chamando o "papaiii", mas apontando pra mim. O pai olhou pra ela e apontou para o próprio peito dizendo: "papai sou eu".
Daí ela apontava pro peito dela e dizia: "papai sou eu". Huahuahua...
Então eu disse: "Não, ele é o papai, eu sou a mamãe e vc é a Mariana".
Aí ela disse: "Mãniana sou eu". E caiu na gargalhada.

As palavrinhas da vez

Faz uma semana que ela diz "bigado". Umas mil vezes por dia, mais ou menos.
Pra tudo. Se a gente a tira do berço, se a gente pega a chupeta pra guardar, se a gente dá a mamadeira, se ela nos entrega algo. Uma fofura.

A frase da semana é: "Mamãii, vem cá, pu favôi". Bem assim.
Ai que eu morro de tanta felicidade! :)

Aliás, depois que ela aprendeu a falar "pu favôi", "icença" e "bigado" ela acha que conquistou o mundo. Hohoho...

Olha nós aqui outra vez ...

A viagem foi óteeema. Delícia.
Passeamos, curtimos a vovó, Mariana cheinha de marianices e voltamos com as malas e o coração carregadinhos. :)
Depois de mais de 5 anos sem ver minha mãe, ela me encontrou casada e com uma filha de quase 2 anos e eu a encontrei sendo avó. Foi emocionante. Mais sorrisos que lágrimas na chegada. Uma semana cheinha de carinhos sem fim.
A Mariana, gente, que princesa. Esticava os bracinhos pedindo "coia" (colo) pra vovó, que se derretia toda.
E soltou a língua. Agora tá falando muitas palavrinhas inteligíveis.
Aguardem, vai ter post só de marianices.

Da viagem em si, não gostei muito de Boston. Achei a cidade bem "comum". Me perdoe quem conhece e gosta de lá.
Washington eu gostei. Achei organizada, limpa, adorei os museus (que são todos de graça) e os monumentos. Não pude ver Mr.B*sh. Não tínhamos tempo na agenda pra ele, hohoho...

New York, nem preciso falar que amei né!? Que que é aquilo, gente! Não moraria lá, achei muito rush pra mim, mas que vou voltar lá um dia, ahhh isso vou! Até pq não fizemos tudo que queríamos (como subir no "Top of the Rock" ou no "The Empire State"). Então tenho que voltar à NYC.
Ficamos uma semana, mas se tivéssemos mais 3 dias teria sido ótimo.
Pra quem vai do Brasil eu sugiro 10 dias, pra ter tempo de fazer as comprinhas com calma. :)

E como tem brasileiro por lá. Meu Deus. Aliás, a brazucada vai pra lá, não aprende inglês e ainda cria uma outra língua. Era um tal de "toroló" (total lost) pra lá, "bisado" (i'm busy) pra cá. Credo. Achei o "ó".

Agora que tou voltando a minha realidade, vou saindo do filme (ou filmes) que vivi em NY e vou contando pra vcs os detalhes.